Balaiotecawww.balaio.tk — é um website pessoal e sem fins lucrativos ou comerciais de nenhum tipo, destinado unicamente a partilhar com quem se interessar as centenas de pequenos “achados” que seu autor-editor (doravente eu, em primeira pessoa) vim acumulando nos últimos anos e, imoralmente, os mantive trancados em meu computador.

Esses “achados” já estavam por aí, mas ou diluídos em sites maiores e genéricos, ou em sites com parte de seu conteúdo acessível apenas sob restrições impeditivas de encontrar certos conteúdos, ou que já saíram do ar desde que foram encontrados, ou mesmo em livros impressos antigos que resistem ou nas poucas bibliotecas com condições de os manter ou em sebos que nem sabem muito bem o que tem em mãos. Não são conteúdos realmente interessantes a um público amplo; se tornarão “achados” apenas para quem se interessar por sua temática em geral. Por isso mesmo, este website não tem pretensão alguma a não ser de eventualmente ajudar que outros achem conteúdo que lhes seja pertinente mas que, por serem tão específicos, não são facilmente localizáveis.

O acúmulo de conteúdos “achados” se deu especialmente a partir de 2016, quando uma série de decisões pessoais equivocadas e outras que fariam sentido apenas em um país política e economicamente estável se colidiram com o início do longo terceiro turno das eleições nacionais brasileiras. Esse terceiro turno nunca pareceu que resultaria em algo bom e, de fato, culminou num golpe de Estado frio, que por sua vez culminou num grande momento dos já poucos direitos sociais — mantidos às custas de um populismo social-trabalhista — serem substituídos pela reafirmação de muitos privilégios pessoais injustificáveis e descoberta da real proporção de cinismo e mesquinharia de entidades, pessoas e instituições como um todo. Enfim, os conteúdos foram “achados” enquanto eu procurava manter minha já não muito grande sanidade através do simples exercício de manter a mente ativa nos momentos de que nada adiantaria se concentrar em buscar formas de simplesmente seguir a vida.

A vida vem seguindo, a crise politico-econômica do país também, e os “achados” apenas se acumulando. Até agora. Ao menos outros também poderão os achar.

Direitos autorais

Em um primeiro momento estou disponibilizando apenas materiais que já caíram em domínio público, ou seja, que seus autores faleceram a mais de 70 anos. No entanto, em certa altura poderão também surgir

  • materiais ainda protegidos por direitos autorais patrimoniais mas que parecem ser desinteressantes comercialmente mesmo se o Brasil seguisse em sua fase de estabilidade econômica;
  • materiais que seus autores sabem que deixar o conhecimento intelectual seguir apenas os interesses econômicos das editoras de diversos tamanhos acabarão por contribuir para sua perda definitiva e, por isso mesmo, os tem disponibilizando nas milhares de modalidades de licença livre ou de acesso aberto existentes.

Contato

Eu, Luiz Augusto, posso ser contatado através do e-mail balaioteca@gmail.com.

(última atualização desta página: Luiz Augusto, 13/Feb/2018, 18h 27min 31s)